TV por Assinatura segue ladeira abaixo, menos 2,4 milhões de assinantes em 4 anos

808

TV por Assinatura segue ladeira abaixo, menos 2,4 milhões de assinantes em 4 anos

Últimos dados da Anatel divulgados ontem mostram que a TV paga continua perdendo assinantes a cada mês, e num ritmo aparentemente cada vez maior. Os dados da Anatel (sempre atrasados) se referem a janeiro e mostram que o país tem no momento 17.460.972 assinantes de TV paga. Um mês antes, em dezembro, eram 17.603.350 uma redução de 0,8% em 30 dia.
Em um ano a TV paga brasileira perdeu cerca de 640 mil assinantes (3,6%). O tamanho da crise que o setor enfrenta pode ser medido também no longo prazo: desde o final de 2014, após a Copa do Mundo no Brasil, o setor perdeu cerca de 2,4 milhões de assinantes.
Isso representa 13% de fuga da base de assinantes. Ou seja 13 em cada 100 assinantes desistindo do serviço nos últimos 50 meses. A queda tem ocorrido lenta porém consistentemente em quase todo esse período. Das maiores operadoras do país, a Oi foi a única que apresentou crescimento em janeiro (+5,4%).
Net Claro perdeu 5,8% (48,8% do mercado), a Sky perdeu 1,5% (30,2% do mercado); Vivo viu sumirem mais 2,2% de seus assinantes (8,9% do setor); e a Oi já virou a terceira operadora do país, com 9,2%. Como sempre frisamos há vários motivos para a crise do setor: a crise econômica, o desemprego, a concorrência dos serviços de streaming que têm assinaturas mais baratas e da internet em si.
 Mas, nem tudo são só más notícias para a TV por assinatura brasileira. O serviço está crescendo nas regiões Norte e Nordeste no último ano. Rio Grande do Norte (+5,1%), Maranhão (+13,5%) e Pará (+3,8%) mostraram crescimento de base.
Pesquisa feita pela empresa Plano CDE, encomendada pela ABTA (Associação Brasileira de TVs Por Assinatura), mostra que, a despeito da fuga de pontos, a família brasileira assinante de TV tem em alta estima o serviço. Especialmente a de baixa renda. Segundo a pesquisa, para 74% da classe C assinante, a TV paga é uma das principais fontes de lazer e cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here